HOME MÉTODO PADOVAN HISTÓRICO APLICAÇÃO DEPOIMENTOS FALE CONOSCO
VOCÊ ESTÁ AQUI: HOME | Ângela Santos Rocha

depoimentos


Ângela Santos Rocha

Em Julho de 2007 , quando trouxe meu único filho Davi , com 2 anos e 7 meses , para receber a fonoaudiologia padovan, estava desesperada pois acabara de receber um diagnóstico da neuropediatra, após diversos exames , de que o mesmo tinha Síndrome de transtorno de desenvolvimento , do espectro autista , o qual ela denominou de autismo atípico. Já faziam seis meses que estava tentando obter um diagnóstico ou um tratamento , primeiramente a psicóloga , avaliou-o e apontou diversas características do autismo como : comportamento repetitivo ( rodava , subia e descia escadas sem parar , girava as rodas dos carrinhos e velocípedes , abria e fechava portas e janelas sem parar e era obcecado por ventiladores ) , ausência completa de linguagem (não falava nada , nem mãmã ) ,baixa interação social ( nem olhava para o pai e tinha pavor de outras crianças , dos primos e dos avós , não entendia nada , nem quando chamávamos pelo nome ) ,estereotipias ( se balançava muito ou ficava rodando sem parar ) ; após esta avaliação partimos para os exames audiométricos e levamos-o a uma fonoaudióloga tradicional , que juntamente com a otorrinolaringologista , indicaram para a nossa felicidade a fonoaudiologia Padovam.

Acho que Deus escutou minhas orações , pois tinha muita esperança que ele pudesse melhorar um pouco ,embora tivesse escutado da médica e da sua psicóloga que ele não fosse falar e, nos livros sobre autismo que li e na internet, só via que esta doença não tinha cura . Na primeira vez que conversei com Dra. Yara , ela me garantiu que ele iria falar e que eu me acalmasse pois ele iria melhorar , não acreditei muito , mas tinha muita esperança que isto acontecesse .

Começou fazendo 4 vezes na semana , chorando e esperneando muito , ficava muito angustiada , mas ela me dizia que era melhor ele chorar naquele momento do que eu eu chorar depois e ela estava certíssima , pois logo no primeiro mês ele começou a mudar , achava que esta terapia servia somente para a fala , mas descobri que tratava o paciente em todos os sentidos , tanto no comportamento , como no organismo todo . Parecia que Davi estava acordando para a vida , via meu filho , parado no tempo , voltando a se desenvolver . Começou a se interessar por outras crianças ,tentava imitá-las . Com o passar dos meses começou a balbuciar músicas e números.

Ficávamos o tempo todo em casa ensinando-lhe a brincar com seus brinquedos , que antes nem olhava e passamos a tentar ensiná-lo a intergir com outras crianças . Parou de se balançar e bater com a mãozinha aos poucos , parecia que tava começando a entender o que a gente falava, aprendeu até a beijar . Até que começou a falar “cacai” (papai) , “gua” (água ), etc . Nossa familia , amigos e escola começaram também a notar a sua evolução . Foi uma felicidade enorme ! Comemoramos seu aniversário de 3 anos em dezembro de 2007 e ele curtiu bastante sua festinha , cantou até os parabéns , diferente dos parabéns dos 2 anos que queria fugir e se esconder das pessoas , não deu nem para tirar fotos .

No ano seguinte começou a brincar com os coleguinhas da Escola e falar palavrinhas soltas , passou a interagir bem com as pessoas , depois veio as frases curtas .Começou a dizer seu nome “Dagui Neco”(Davi Netto) , quando perguntavam. Ficamos tão feliz que até levamos para uma viagem longa , para a Disney e ele se comportou bem , aproveitou muitos brinquedos , por incrível que pareça. Ainda tinha algumas crises de birra quando era contrariado nas suas vontades , mas Dra. Iara me falava que aquilo iria passar com o tempo .Após 1 ano retornei a neuropediatra e ela constatou um desenvolvimento cerebral muito grande e descartou autismo , disse que era apenas a síndrome .No anoseguinte mudou , de novo , para um transtorno muito leve .

Hoje ele está com 5 anos e 10 meses e na terapia há 3 anos e 3 meses , que para ele se tornou uma brincadeira . Todas aquelas características sumiram completamente. Faz três vezes na semana a terapia , já até me perguntou o porquê de fazer a mesma e respondo que é para ele se sair cada vez melhor em tudo que faz . Tudo aquilo para mim faz parte do passado , Davi atualmente é uma criança normal como as outras da sua idade , independente , meigo , carinhoso , falaabsolutamente tudo corretamente , brinca com os colegas da escola em casa e em suas casas , até mesmo sozinho , sem babá , brinca bem com os primos , vai super bem na escola , já está lendo bastante e escrevendo também , me conta histórias ,me relata tudo o que acontece com ele quando está na escola; faz natação e judô e entrou no futebol ,sua grande paixão .Também adora música , canta até em inglês! Minha casa , hoje, é muito alegre, pois sempre está cheia de amiguinhos de Davi , que é uma criança muito amada e querida por todos.

Agradeço muito a Deus por ter colocado ele no caminho certo de tratamento com esta grande profissional, Dra. Yara , tão competente e respeitada , a qual sou eternamente grata.



ASSOCIAÇÕES

- Associação Alemã
- Associação Canadense
- Associação Francesa

PARCEIROS





NAVEGAÇÃO

- Método Padovan - Histórico
- Aplicação - Depoimentos
- Clínicas - Formação
- Distribuidora - Fale Conosco

CENTRAL DE ATENDIMENTO

+55 (11) 5533-7304

contato@metodopadovan.com.br


 
© 2017 MÉTODO PADOVAN - Todos os direitos reservados.